Pontos de Discussão

• 1.3 milhoes de Nova-iorquinos que pagam impostos são impedidos ao direito de votar nas eleicoes locais na cidade de Nova Iorque.

Um em cada cinco Nova-iorquino não pode votar nas eleicões locais por causa da sua situacão imigratoria. Em varios distritos essa proporcão pode chegar a mais de uma a cada tres residentes.

• Não ha nada na constituicão estadual ou federal que impossibilita a votação de residentes que não sejam cidadoes americanos; de fato, residentes votaram na cidade, no estado, e em eleições federais durante todo a história dos E.U.E.

Em 40 estados, os residentes votavam e assumiam alguns cargos de poder nos primeiros 150 anos de história dos E.U.E. aqui na cidade de Nova Iorque, foram permitidos a todos os residentes não cidadoes a votar por mais de 40 anos.

• Os residentes que não tem a cidadania americana contribuem $18.2 bilhões em impostos.

Não somente os residentes pagam bilhões em imposto sobre rendimento do estado, tambem são responsáveis pela produçao economica de $229 bilhões do estado de Nova Iorque: isso está sobre um quinto do GDP total do estado. Nós vivemos aqui, mandamos nossas crianças à escola, contribuímos a cada aspecto da vida econômica, cultural e social desta cidade, contudo nós não podemos votar nas decisões que afetam nossos dia-a-dia.

• Nenhuma tributação sem representação

Não permitir que os residentes não americanos que pagam suas taxas participem em decisoes locais não pode fazer parte da nossa democracia.

• 45 países em torno do mundo permitem a todos os residentes o direito de votar em eleições locais.

Nos E.U., 6 cidades em Maryland já permitem os não cidadoes americanos a votarem, e algumas outras cidades em todo o pais ja esta seguindo o mesmo exemplo. É tempo da cidade de Nova Iorque torna-se lider desse movimento e expandir a democracia.

• A votação personifica os princípios de igualdade e a liberdade que definem a democracia.

Nós devemos restaurar o direito de votar para todos os Nova-iorquinos, por que todos tem o direito de participar em qualquer decisões que afetam seus dia-a-dia, e todos se beneficiam com uma melhor democracia.